MEU CBDA WEB
Usuário ou senha inválidos
Não foi econtrado usuário

XXIV Campeonato Sul-Americano Juvenil "A" e "B" - Critérios de Convocação

Natação 10/07/2012 00:00:00

Rio de Janeiro, 10 de julho de 2012.

Ilmo.Sr.

Presidente de Federação

Prezado Presidente:

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos- CBDA, em reunião realizada no dia 10 de julho de 2012, resolveu adotar os seguintes critérios para convocação da seleção brasileira de natação, para o evento internacional citado no presente Boletim:

1 – Convocação da Seleção de Natação que participará do XXIV CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL (“A” e “B”), em MARÇO de 2013 em Santiago (CHI)

A – Serão considerados para efeito de convocação, os tempos obtidos pelos nadadores em provas individuais (eliminatórias e finais), nas seguintes competições:

XXV Campeonato Brasileiro Interfederativo Infanto-Juvenil de Natação – Mococa (SP) – 27 a 30/09/2012
XXXV Campeonato Brasileiro Infantil – Troféu Maurício Bekenn –Goiânia (GO) – 1 a 4/11/2012
XXI Campeonato Brasileiro Juvenil-Troféu Carlos de Campos Sobrinho – Curitiba (PR) – 15 a 18/11/2012
XXXII Campeonato Brasileiro Júnior – Troféu Julio de Lamare – Rio de Janeiro/RJ – 22 a 25/11/2012

B – De acordo com o Regulamento do Campeonato Sul-Americano Juvenil, poderão ser inscritos:

JUVENIL “A” – nascidos em 1998 e 1999 – Feminino – 12 nadadoras / Masculino – 12 nadadores
JUVENIL “B” – nascidos em 1995, 1996 e 1997 – Feminino – 12 nadadoras/Masculino – 12 nadadores

C – Critérios para a convocação:

I – O melhor tempo obtido nas eliminatórias e finais das competições avaliatórias na prova de 100 metros, nado livre.
II – O melhor tempo obtido nas eliminatórias e finais das competições avaliatórias nas provas de 800 metros, nado livre feminino e 1500 metros, nado livre masculino.
III – O melhor índice técnico entre os tempos obtidos nas eliminatórias e finais das competições avaliatórias nas provas de 100 e 200 metros, nado peito.
IV – O melhor índice técnico entre os tempos obtidos nas eliminatórias e finais nas competições avaliatórias nas provas de 100 e 200 metros, nado costas.
V – O melhor índice técnico entre os tempos obtidos nas eliminatórias e finais nas competições avaliatórias nas provas de 100 e 200 metros, nado borboleta.
VI – O melhor índice técnico entre os tempos obtidos nas eliminatórias e finais nas competições avaliatórias nas provas de 200 e 400 metros, nado livre.
VII – O melhor índice técnico entre os tempos obtidos nas eliminatórias e finais nas competições avaliatórias nas provas de 200 e 400 metros, nado medley.
VIII – O melhor tempo obtido nas eliminatórias e finais nas competições avaliatórias na prova de 50 metros nado livre, desde que esteja classificado entre os 3 (três) melhores tempos obtidos na prova de 100 metros, nado livre.
IX – Sendo permitida a inscrição de 2 (dois) nadadores por prova, a Comissão Técnica da Seleção complementará a escalação inscrevendo os 4 (quatro) últimos atletas que melhor compuserem a equipe.
X – Somente serão válidos os tempos obtidos em abertura de revezamentos, com verificação previamente solicitada, desde quando os atletas não tiverem participado das respectivas provas individuais.

Face à importância do presente Boletim, solicitamos de V.Sa., as providências no sentido de divulgá-los aos Clubes filiados urgentemente.
Atenciosamente,

COARACY NUNES FILHO
PRESIDENTE

Mais informações do evento:

TROFEU MAURICIO BEKENN